Postada em: 16/09/2015 às 19:40
 
Pacientes têm continuidade de tratamento contra o Câncer no Tocantins
 
 
Fonte: Governo do Tocantins
 

Para garantir a continuidade do tratamento de pacientes que lutam contra o câncer, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) contratou a empresa Oncoradium, de Imperatriz (MA), para assumir os serviços de quimioterapia no município de Araguaína. Nesta terça-feira, 15, a empresa já deu início aos atendimentos e a expectativa é que somente nesta semana mais de 50 pacientes sejam atendidos.
A empresa é a mesma que já está oferecendo os serviços de radioterapia à pacientes do Tocantins que estão na cidade de Imperatriz e foi contratada depois da rescisão do contrato com o Instituto Oncológico. Desde o dia 11 de setembro 116 pacientes foram encaminhando a Imperatriz.
Com a nova contratação, a Sesau garante que serviços continuem a ser ofertados em Araguaína. Assim, somente a radioterapia ainda será oferecida em Imperatriz. Enquanto isso, a Secretaria já está trabalhando para solucionar em definitivo a oferta do serviço no Estado do Tocantins.
Nesta semana, o secretário de Estado da Saúde, Samuel Bonilha, juntamente com técnicos da Sesau, participou de audiência de conciliação com o Ministério Público na 2ª Vara dos Feitos e Registros Públicos em Araguaína, ocasião em que a secretaria apresentou estudo apontando que o acelerador linear, máquina utilizada nas sessões de radioterapia, adquirido em parceria com o Ministério da Saúde, pode ser instalado na sala que já existe no Anexo do Hospital Regional de Araguaína (HRA) sendo, para isso, necessárias algumas adequações. Na oportunidade, a secretaria esclareceu ainda que a empresa fabricante do aparelho também constatou que a sala pode comportar o novo equipamento.
Contratação da Oncoradium
As formas de pagamento e contratação da empresa Oncoradium respeitam o que foi homologado em acordo no dia 12 de fevereiro, em audiência entre a Sesau, Ministério Público Estadual (MPE), Defensoria Pública do Estado (DPE) e a 2ª Vara dos Feitos das Fazendas e dos Registros Públicos de Palmas. O pagamento será feito por procedimento realizado, conforme valor que consta na tabela do Sistema Único de Saúde (SUS).
Segundo o secretário Samuel Bonilha, todos os esforços estão sendo feitos para minimizar os danos aos pacientes e garantir a continuidade dos tratamentos. ”disse o secretário.
Mais de 20 pacientes de alta
Dos 116 pacientes que foram encaminhados a Imperatriz para as sessões de radioterapia, 21 já tiveram alta e retorno.
Uma das pacientes que ainda continua em Impetratriz é moradora de Formoso do Araguaia, Eliene Medanha, que conta que o tratamento tem evoluído cada vez mais porque tem sido de qualidade. “A forma como somos tratadas influencia muito. Aqui a hospedagem, alimentação e transporte atendem ao que gente precisa. Eu iniciei o tratamento em Araguaína, vim pra cá e com fé em Deus aqui vai terminar com tudo dando certo“, disse.
Também lutando contra um câncer na mama, a cabeleleira e moradora de Palmas, Maria Jesana, conta que há um ano descobriu a doença e que só faltam 15 sessões para finalizar o tratamento. “Muito bem tratada, contente e confiante. Estou quase finalizando o tratamento e tenho certeza que vai dar tudo certo. Tenho certeza que Deus preparou este lugar pra gente”, disse.
Acompanhando a esposa que também está em Imperatriz, Danerviel Digno disse que o tratamento que a companheira tem recebido só aumenta a esperança de melhora. “Graças a Deus aqui está tudo ótimo. O pessoal está cuidando da gente direito desde que chegamos aqui“, contou.
Visita aos pacientes
No último sábado, 12, o secretário Samuel Bonilha esteve em Imperatriz em visita aos pacientes. Na ocasião, ele visitou a clínica onde são realizadas as sessões e a casa de apoio, onde os pacientes estão hospedados. “Ver os pacientes de perto, conversar com eles e ouvi-los dizendo que está tudo dando certo é um grande alívio, pois essa é uma situação que temos acompanhado e que temos grande preocupação e total empenho na resolução do problema “, disse o secretário.